9:00 - 18:00

Nosso horário de atendimento

Facebook

Instagram

LinkedIn

Direito da Saúde

Internação Hospitalar - Plano de Saúde

Existindo urgência na realização de determinado procedimento e, consequentemente, grave risco à vida do paciente, a operadora de plano de saúde NÃO pode NEGAR a internação hospitalar do seu beneficiário. Em caso de negativa, a principal e mais rápida solução é ingressar na justiça para conseguir a internação imediata, a realização do procedimento e/ou a concessão de uma vaga em UTI.

O que fazer quando o Plano de Saúde nega abusivamente a internação do paciente em hospital particular?

Primeiramente, o paciente pode tentar resolver amigavelmente a situação com a operadora. Caso a negativa permaneça, o paciente pode fazer uma reclamação na ANS ou, se preferir, ajuizar de imediato uma ação contra o Plano de Saúde, para buscar a autorização judicial do procedimento recomendado, através de uma liminar judicial.

 

Para entrar na Justiça, o paciente deve procurar um advogado especialista em Direito da Saúde com os seguintes documentos:

 

1. Cópia da carteira do Plano, RG e CPF do segurado. Se a pessoa for menor de idade, serão necessários os documentos de identidade dos pais;

 

2. Cópia do contrato com a Seguradora (se tiver);

 

3. Comprovantes da negativa de cobertura, como, por exemplo, o número de protocolo de ligação telefônica, e-mail ou qualquer tipo de correspondência da Seguradora ou do Hospital;

 

4. Relatório médico detalhado e fundamentado solicitando a internação hospitalar, com a indicação do CID da doença e a justificativa acerca do estado de saúde do paciente;

 

Dois últimos comprovantes de pagamento da mensalidade do plano de saúde (não obrigatório).

 

Para ingressar na justiça e pleitear a internação através de uma liminar, é fundamental comprovar o risco de morte ou de comprometimento severo do quadro clínico do paciente caso não seja realizada a internação imediata, o procedimento cirúrgico ou o tratamento necessário.

 

Um paciente com câncer, por exemplo, não pode esperar longos meses para ter direito ao início do tratamento quimioterápico. Se o enfermo esperar demais, a doença poderá progredir de tal forma que o tratamento desejado não surtirá mais efeitos. Dessa forma, ante o caráter de urgência do tratamento e o elevado risco à vida da pessoa, a solução mais indicada é recorrer à Justiça.

 

Semelhantemente, um paciente que precisa ser internado em uma UTIUnidade de Terapia Intensiva -, fazer um implante de stent, colocar uma prótese de quadril, realizar uma cirurgia de apendicite, dentre tantas outras hipóteses, também não pode esperar seja porque não sobreviverá até o fim do processo de autorização seja porque padecerá de dor aguda ou adquirirá uma limitação física irreversível, podendo comprometer, inclusive, o resultado da cirurgia.

 

Portanto, se você ou alguém que você conhece se encontra em estado de grave risco à vida, em situação de urgência/emergência, e teve o seu direito à internação em hospital particular negado pelo plano de saúde, você pode conseguir uma liminar contra plano de saúde rapidamente! Entre em contato com um advogado especialista em direito de saúde e saiba como garantir, da melhor forma, os seus direitos.

NOSSAS REDES SOCIAIS

ENTRE EM CONTATO

    Tire suas dúvidas com um de nossos advogados.

    Dúvidas sobre Internação Hospitalar pelo Plano de Saúde? Estamos aqui para te ajudar.

    ×

    Olá!

    Fale no WhatsApp ou envie um e-mail para contato@brennandecastro.com.br

    × Como posso lhe ajudar?